woman, just woman

hey hey!

Eu nem ia postar hoje, mas aí eu olhei ali pro numerozinho de seguidores e me empolguei. CARA, 60 PESSOAS QUE GOSTAM DO QUE EU ESCREVO. Ok, ok, pode parecer pouco, mas pra quem criou um blog simplismente pra sair descarregando o que pensa e pra preservar as árvores, já que eu não gasto papel, 60 é número, digamos que, utópico.
Hoje eu resolvi dar uma olhadinha na minha caixa de e-mails que estava uma verdadeira arapuca bagunça, quando achei um e-mail que a Janaína do Viajando Pra Lua. Como todos que ela me manda, esse era muuuito interessante e eu achei que seria uma boa postá-lo aqui.

O mundo sem as mulheres! (Arnaldo Jabor)

O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra quê?
O sujeito quer ficar famoso pra quê?
O indivíduo malha, faz exercícios pra quê?
A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função da mulher.
Vivem e pensam em mulher o dia inteiro, a vida inteira.
Se a mulher não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro homem, para conquistar sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
Um mundo só de homens seria o grande erro da criação.
Já dizia a velha frase que ‘atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher’.
O dito está envelhecido. Hoje eu diria que ‘na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher’.
É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
É você quem tem o poder, e não o homem
É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias.
Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida, ficou na frente de todos os homens.
E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher.
Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua. Só homens.
Já pensou?
Um casamento sem noiva?
Um mundo sem sogras?
Enfim, um mundo sem metas.
ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:
1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.
2- O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro, nosso peito.
3- A facilidade com a qual cabem em nossos braços.
4- O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar
perfeito.
5- Como são encantadoras quando comem.
6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.
7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora.
8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e
rabo-de-cavalo.
9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.
10- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.
11- O brilho nos olhos quando sorriem.
12- O jeito que tem de dizer ‘Não vamos brigar mais, não..’
13- A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.
14- O modo de nos beijarem quando dizemos ‘eu te amo’.
15- Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.
16- O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.
17- O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.
18- O jeitinho de dizerem ‘estou com saudades’.
19- As saudades que sentimos delas.
20- A maneira que suas lágrimas tem de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.


Agora, vamos concordar. O cara é um gênio. E Janaína, trate de me mandar mais e-mails! RUM! haha

Beijos, Beijos. Por hoje é só.

Anúncios

1 Response to “woman, just woman”


  1. 1 vitoria 18 de maio de 2010 às 20:48

    eu gostei muito da novela caminho das indias…me add no msn vivigatinha1111@hotmail.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Pseudo-escritora

@beeislost, 16 anos, touro com ascendente em libra, teimosia, ansiedade, ironia, caretisse, sarcásmo, imperatividade, hiperatividade, contradição, indiferença, fashionismo, inconstância, antipatia e uma certa aversão ao cotidiano; um pierrot retrocesso, meio bossa nova e rock'n'roll.

#30 days

Dia 01: Música favorita;
Dia 02: Livro favorito;
Dia 03: Programa de TV favorito;
Dia 04: Filme favorito;
Dia 05: “Quote” (citação) favorita;
Dia 06: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 07: Uma foto que te faça feliz;
Dia 08: Uma foto que te deixe triste, ou irritado;
Dia 09: Uma foto que você tenha tirado;
Dia 10: Uma foto tirada há anos atrás;
Dia 11: Uma foto tirada recentemente;
Dia 12: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 13: Um livro de ficção;
Dia 14: Um livro de não-ficção;
Dia 15: Uma fanfic;
Dia 16: Uma música que te faça chorar;
Dia 17: Uma obra de arte (pintura, desenho, escultura);
Dia 18: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 19: Um talento seu;
Dia 20: Uma hobby seu;
Dia 21: Uma receita;
Dia 22: Um site;
Dia 23: Um vídeo do Youtube;
Dia 24: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 25: Seu dia, em detalhes;
Dia 26: Sua semana, em detalhes;
Dia 27: Este mês, em detalhes;
Dia 28: Este ano, em detalhes;
Dia 29: Esperanças, sonhos e planos para os próximos 365 dias;
Dia 30: Qualquer coisa à sua escolha;

Tuinti, GEMT!

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.