E se, nada mais adiantasse?

Nada.
Dói pensar no mundo que conhecemos assim: vazio.
O simples fato de imaginar que ele poderia acabar amanhã, ou daqui a cinco minutos me fazem sentir contínuas e intermináveis ondas de calafrios por todo o corpo.
Nesse pálido ponto azul, cada um traçou sua tragetória, construiu uma história, história essa que não seria mais nada caso o mundo se acabasse, nem mesmo lembranças, já que as lembranças partiriam juntamente conosco, pobres e fracos seres humanos.
Se bem que hoje em dia, tá cada vez mais evidente que o causador do fim do mundo é nada mais nada menos que o próprio ser humano, a ganância fecha os olhos sabe? ^^’
Eu realmente não sou capaz de imaginar como seria ver esse planeta lindo e tudo que eu já fiz nessa vida simplismente se acabar, e eu não poder fazer nada pra impedir.
Acredito eu que cabe a nós evitar que isso aconteça já que, como disse Isaac Newton, “cada ação produz uma reação”. Os grandes avanços da ciência têm possibilitado que o homem viva melhor: a tecnologia tem proporcionado conforto e melhores condições de vida.
Ao mesmo tempo em que curas para doenças são descobertas fazendo com que as pessoas vivam mais, armas nucleares e com o poder cada vez mais destrutivo são produzidadas em todo o mundo. Perceberam a controvércia?
No mais, se eu soubesse que o mundo acabava amanhã, eu reuniria todas as pessoas que eu jugo importantes para mim em uma grande celebração à vida, celebração esta que duraria até que o mundo se partisse e o raio da morte fizesse com que todos os nossos pensamentos se calassem.

Para o PostIt


Anúncios

0 Responses to “E se, nada mais adiantasse?”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Pseudo-escritora

@beeislost, 16 anos, touro com ascendente em libra, teimosia, ansiedade, ironia, caretisse, sarcásmo, imperatividade, hiperatividade, contradição, indiferença, fashionismo, inconstância, antipatia e uma certa aversão ao cotidiano; um pierrot retrocesso, meio bossa nova e rock'n'roll.

#30 days

Dia 01: Música favorita;
Dia 02: Livro favorito;
Dia 03: Programa de TV favorito;
Dia 04: Filme favorito;
Dia 05: “Quote” (citação) favorita;
Dia 06: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 07: Uma foto que te faça feliz;
Dia 08: Uma foto que te deixe triste, ou irritado;
Dia 09: Uma foto que você tenha tirado;
Dia 10: Uma foto tirada há anos atrás;
Dia 11: Uma foto tirada recentemente;
Dia 12: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 13: Um livro de ficção;
Dia 14: Um livro de não-ficção;
Dia 15: Uma fanfic;
Dia 16: Uma música que te faça chorar;
Dia 17: Uma obra de arte (pintura, desenho, escultura);
Dia 18: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 19: Um talento seu;
Dia 20: Uma hobby seu;
Dia 21: Uma receita;
Dia 22: Um site;
Dia 23: Um vídeo do Youtube;
Dia 24: Qualquer coisa à sua escolha;
Dia 25: Seu dia, em detalhes;
Dia 26: Sua semana, em detalhes;
Dia 27: Este mês, em detalhes;
Dia 28: Este ano, em detalhes;
Dia 29: Esperanças, sonhos e planos para os próximos 365 dias;
Dia 30: Qualquer coisa à sua escolha;

Tuinti, GEMT!

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.